Notícias

PROJETO NA TRILHA DOS VALORES É MATÉRIA DO INFORMATIVO NACIONAL VALE@INFORMAR


Crianças aprendem lições com viagem de trem da ferrovia Vitória a Minas no Projeto Na trilha dos Valores.


Viagem reuniu alunos de bairros vizinhos à EFVM

Brunella, Pedro Henrique e milhares de crianças capixabas têm a Estrada de Ferro Vitória a Minas como vizinha de suas casas em bairros da Grande Vitória (ES). Todos os dias eles veem de perto a passagem do trem e acabam brincando nas proximidades da ferrovia. Para orientá-los sobre como conviver de forma segura e harmônica com a linha férrea e reduzir o número de ocorrências de acidentes nestas regiões, a Empresa Vale em parceria com a Oscip Colorir - www.projetocolorir.org, realiza um projeto em escolas dos municípios de Cariacica e Serra, que beneficia 1.800 alunos.  

 


Da janela, estudantes tiveram uma visão diferente de suas comunidades

O ‘Na Trilha dos Valores’ envolve diversas iniciativas, entre dinâmicas, rodas de conversa com maquinistas, jogos sobre a ferrovia, visitas guiadas ao Museu Vale, entre outras ações. Durante este mês, as crianças do projeto podem fazer passeios de trem, entre seu bairro e o Complexo de Tubarão. A viagem encanta meninos e meninas, que passam a ter uma visão diferenciada do seu cenário rotineiro, de dentro do trem para o bairro, até então inédita para a maioria.

Os trens partem da Estação Pedro Nolasco, em Cariacica, e levam cerca de três horas entre ida e volta. Antes, um bate-papo reúne a criançada para relembrar o que já foi aprendido no projeto em sala de aula e cantar uma música sobre o trem. No trajeto percorrido, há diversas lições de segurança e sustentabilidade. Lixo jogado pelas comunidades na beira da ferrovia que entopem os bueiros durante as chuvas e alagam os bairros, trechos da linha por onde passam pessoas desafiando as regras de segurança e também belas paisagens que compõem a história da região, além de curiosidades como uma pedra cortada ao meio para passagem da ferrovia. No momento em que o trem passa pelo bairro onde moram as crianças, todas se empolgam e apontam animadas para suas casas, ruas e escola.

 

Não faltou animação e muitos registros fotográficos na hora de entrar no trem

 Brunella dos Santos, 11 anos, mora no bairro Nova Carapina, ficou encantada com sua primeira viagem de trem. “Achei muito legal ver as paisagens da janela, sempre quis andar. Aprendi que não podemos brincar na linha, pois é muito perigoso”, diz. Pedro Henrique de Oliveira, 11 anos, contou que já correu atrás de pipas que caíam na linha e hoje não faz mais isso. “Muitos desses alunos brincavam perto da ferrovia sem medo do perigo. Desde que começamos este trabalho, sentimos a diferença no dia a dia deles. É um trabalho de formiguinha, mas, aos poucos, estamos conscientizando as crianças, que transmitem o aprendizado para os familiares”, avaliou a professora Emanuela Loyola.


Para a diretora de uma escola municipal no bairro Central Carapina, Norma Suely Louzada, levar as crianças para viajar de trem era um sonho antigo, não só pelo passeio, mas para que eles vivenciassem a experiência de estar dentro do trem. “O quintal da casa deles é a linha férrea e, agora, eles estão aprendendo sobre segurança, responsabilidade e meio ambiente. Mesmo pequenos, estão encantados com o que e viram e com certeza também levarão para casa o aprendizado”, concluiu Norma. 

O projeto Na trilha dos Valores consiste no trabalho com alunos, professores e comunidade do acróstico formado pela palavra VALE
V - VIVENCIAR
A - ALCANÇAR
L - LEGITIMAR
E - ESPERANÇAS
Com o objetivo de reduzir os indices de depredação contra os trens e os cuidados dos moradores com a segurança ferroviária.

Mariana Diniz na Cabine do Chefe dos Trem entrevista as crianças na Rádio Na Trilha dos Valores, interagindo durante a viagem para que as crianças adquiram conhecimentos e também tenham a possibilidade de expressar seus sentimentos.

 

 


Na Trilha dos Valores

 

O projeto tem como foco principal trabalhar o conhecimento e o envolvimento da comunidade em questões relacionadas à segurança ferroviária por meio de uma metodologia lúdica. O objetivo é, a partir do diálogo e da sensibilização, procurar reduzir o número de ocorrências ferroviárias nesses locais, que podem envolver desde o descarte de lixo de forma incorreta a apedrejamentos e circulação de pessoas sobre ou próximo à ferrovia.

 


 
Publicado: 18/11/2014



Parceiros

  • CONCASE
  • Rede Internacional dos Contadores de HIstórias
  • Rede de Atenção da Criança e do Adolescente de Serra
  • TERCEIRO SETOR CONECTADO
  • MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DE BRASÍLIA
  • VALE
  • CENTRO SALESIANO DO MENOR - CESAM/VITÓRIA-ES
  • ELKEM  - EMPRESA

Rua Italina Pereira Motta nº 440 - sala 104
Plaza Shopping, Jardim Camburi, Vitória/ES
CEP: 29090-370

Tel 1 : 27 9.9824 0198 - Vivo
Tel 2 : 27 9.8810 6462 - Oi
Tel 3 : 27 3026 2523 - Fixo

Nos adicione no whatsapp

Mapa do site:

Subir